i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Na reta final do mandato, vereadores reúnem agradecimentos e reflexões (Atualizado)

A sessão de quarta-feira (18), na Câmara de Itabuna, foi marcada por posicionamentos para externar a sensação de dever sendo cumprido e dar boas-vindas aos novos edis. O presidente da Casa, Ricardo Xavier (Cidadania), lembrou a dinâmica da democracia, onde o eleitor é soberano para definir os nomes a representá-lo a cada quatro anos. Ele parabenizou o vereador Enderson Guinho (Cidadania), eleito vice-prefeito, e enalteceu o exercício dele na vereança. “Orgulhou a Câmara e certamente vai orgulhar o poder  Executivo também”, sintetizou. 

(Assista o Vídeo de Guinho e Saiba Mais, Click Abaixo)






Referendado pelos pares, Júnior Brandão (Rede) apresentou Moção de Congratulações pela eleição de Augusto Castro (PSD) como prefeito e do já citado Guinho como vice. Já Ricardo Xavier, trouxe para anuência dos colegas Moção de Parabéns pelo aniversário do radialista Fábio Luciano, ocorrido dia 12 de novembro. O profissional, cuja dedicação, ética e olhar atento aos fatos, são reconhecidos por todos, atua há 14 anos como assessor do Legislativo.

Às avaliaçõesNo horário reservado à fala livre dos edis, praxe em toda sessão, “Nel do Bar” (PTC) parabenizou os eleitos e reeleitos, chamando a atenção para algo a se ponderar. “Não existe vereador bom se a comunidade não ajudar. Terreno baldio tem que ser cercado, a união faz a força. Senão, não tem prefeito bom, vereador bom, associação de moradores boa”, argumentou.

Beto Dourado (Solidariedade) destacou entre as conquistas da Legislatura a aprovação de projetos que considera mais importantes dos úlimos 30 anos. Entre eles, a recém-aprovada reforma e atualização da Lei Orgânica do Município (LOMI). Embora não reeleito, disse respeitar o resultado da votação.

Uma renovação que talvez fosse necessária; saio de cabeça erguida e com a sensação de dever cumprido”, assinalou. No mesmo cenário, Babá Cearense (PSL) demonstrou um olhar positivo diante do trabalho realizado e frisou o crescimento na aprovação recebida. “Não fui reeleito, mas aumentou minha votação ?”, contabilizou.

Jairo Araújo (PCdoB), após dois mandatos consecutivos, lembrou a importância de se deixar disputas e/ou diferenças de lado e priorizar as necessidades da população. “O centro da prioridade de todo cidadão é ajudar Itabuna a superar essa grave crise”. Na mesma linha, Aldenes Meira (PP) parabenizou aos eleitos e a todos que concorreram, assim como se colocou à disposição e ressaltou as realizações dos últimos mandatos.



Ronaldão (PL) felicitou os colegas, confessou ter relutado antes de decidir disputar um novo mandato e orientou aqueles que eventualmente falem em tom de despedida: “Na política não existe adeus”. Num tom conselheiro aos novatos, o primeiro-secretário da Casa, Manoel Júnior (PV), rogou para que não se deixem intimidar diante de críticas e também avalizou o trabalho desenvolvido pelos colegas. “Renovei o pensamento que tinha: exaltar o valor de fazer o bem”, afirmou, sobre a convivência ao longo destes quatro anos.

À tribuna, Enderson Guinho reconheceu o quão valoroso foi o espaço como vereador, para apontar o que considerava equivocado na gestão, propor soluções para os problemas, mas também votar favorável nos projetos que julgasse benéficos para a comunidade. Ao mesmo tempo em que agradeceu pelos votos, deixou claro que estará “à disposição para ser cobrado”. Afinal, o resultado mostrou que a população quis novos nomes, novas lideranças. “Não podemos decepcionar o povo”, atestou, com palavras que cabem para todos os eleitos em 15 de novembro.

 


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito