i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Enfermagem realizam manifestações em prol do piso salarial na Bahia

 Uma grande manifestação de profissionais e estudantes de enfermagem tomou as ruas da região do Iguatemi, em Salvador, nesta sexta-feira (09), contra a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender o piso salarial nacional da categoria. O ato foi organizado pelo Fórum Baiano de Enfermagem e teve o apoio do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA). Manifestações também foram realizadas em diversos municípios como Feira de Santana, Paulo Afonso, Eunápolis, Itabuna, Ilhéus, Juazeiro, Bom Jesus da Lapa e Porto Seguro, dentre outros.

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)





“Este protesto pacífico integra uma mobilização nacional em prol do piso nacional da nossa categoria, que cumpriu todo o trâmite legislativo e foi sancionado pelo presidente da república, tendo sua constitucionalidade comprovada. A Enfermagem merece respeito e dignidade. Por isso discordamos da decisão do ministro Barroso e precisamos que o STF reverta esta decisão o quanto antes e faça valer a lei que estabelece o nosso piso salarial”, destacou o conselheiro do Coren-BA José Welton, que participou da manifestação ao lado de outros conselheiros e colaboradores da autarquia.
                           

A manifestação contou com a presença de milhares de profissionais e estudantes, que caminharam unidos, muitos deles vestidos de jalecos brancos, munidos de cartazes e entoando palavras de apoio à categoria e contrárias à decisão de Barroso. O ato teve início por volta das 9 horas e durou até o fim da manhã, com os manifestantes caminhando pela Avenida ACM até a estação rodoviária.

A decisão cautelar do ministro Barroso na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7222 está sendo julgada pelo STF e os ministros têm até o dia 16 para votar. Barroso já se manifestou e votou, nesta sexta-feira (09), a favor de sua própria decisão. Os Conselhos de Enfermagem já estão trabalhando para pactuação de consensos que viabilizem a derrubada da liminar no STF, pois trata-se de uma demanda histórica da categoria.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito