i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Conjunto Penal de Itabuna- Educação de Jovens e Adultos é tema de encontro com o SME


O trabalho de ressocialização dos internos do Conjunto Penal de Itabuna e de Educação de Jovens e Adultos (EJA) foi discutido durante um encontro na quinta-feira, dia 20),  entre  o secretário  municipal da Educação, Josué Brandão Júnior, a diretora da Escola Municipal Lourival Oliveira Soares, professora Jeovani Lima, e o diretor da unidade prisional Alecsandro Leal. O secretário Júnior Brandão assegurou que os internos vão receber o fardamento da Escola Lourival Oliveira Soares, que tem um  anexo do EJA no Conjunto Penal. 

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



“ Já temos até alunos aprovados na Universidade Federal Sul da Bahia, o que demonstra que a educação é capaz de dar resultados positivos”, lembra.  



Ele informou que o anexo tem quatro professores, um coordenador  e a diretora que vai até a unidade uma vez por semana. “Providenciamos o mobiliário e remuneramos os professores  de forma especial”, afirmou.
 



O secretário ressalta  a preocupação do prefeito Augusto Castro(PSD) em implantar classes da EJA no Conjunto Penal de Itabuna para dar  oportunidade  aos internos, como preconiza as  legislação educacional. “ Vale ressaltar que a partir do quantitativo de livros que o interno lê, ele pode reduzir o tempo de cumprimento da pena”, disse. 



Atualmente, o Conjunto Penal de Itabuna tem 500 reeducandos em sala de aula, sendo que 230 são alunos da Rede Municipal de Ensino, na modalidade da Educação de Jovens e Adultos - EJA.

O secretário visitou as salas de aula instaladas na instituição e os espaços onde  são realizadas oficinas de corte e costura, artesanato, música, salão de beleza, informática, xadrez e capoeira.

Ao final do encontro, foi apresentado o Decreto nº. 9.450 que institui a Política Nacional de Trabalho no Sistema Prisional, que determina que empresas contratadas pela administração pública, tro admitam  presos e ex-presidiários como parte da mão de obra.

Também participaram do encontro representantes do Grupo de Ação Comunitária (GAC), o presidente da subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil, Rui Carlos Santos, além de convidados, tendo sido tratadas pautas importantes, concernentes ao trabalho de ressocialização realizado pela Socializa (co-gestora do Conjunto Penal de Itabuna).

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito