i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




2º Circuito da Cultura Afro de Itabuna

 

Novembro é considerado o mês da Consciência Negra. Com base nisso, a Prefeitura de Itabuna, por meio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e da Secretaria Municipal da Educação (SEDUC), vai promover o II Circuito da Cultura AFRO de Itabuna. O evento acontecerá entre os dias 18, 19, 20 e 26 deste mês em parceria com a Setorial de Cultura Afro do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Itabuna  (CMPCI), Movimento Beleza Negra e Associação do Culto Afro Itabunense (ACAI). (Saiba Mais, Click no ícone Abaixo)



As atividades serão iniciadas no dia 18 com a realização Caminhada em Reverência a Zumbi e Dandara, com concentração no Jardim do Ó às 14 horas. No dia 19, acontece o Concurso Beleza Negra na Rua Manoel Carmo, nº 110, Bairro Conceição, mediante a entrega de 2 Kg de alimentos.
Não-perecíveis.

Para o dia 20, às 15 horas, está programada a Vigília em reverência a Zumbi dos Palmares, com ponto de encontro no Monumento de Zumbi dos Palmares, na Avenida Princesa Isabel, no Banco Raso. 

Já no dia 26, entre 14 e 18 horas, será promovido um encontro de diálogos sobre políticas públicas para os povos de comunidades tradicionais de matriz africana  no Ponto de Cultura (ACAI)  Rua da Inglaterra, nº 497, Bairro São Judas Tadeu.

A data de 20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra e celebra a luta histórica de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga, em Alagoas, considerado um dos maiores símbolos de luta e resistência. Com o projeto, a Prefeitura e as instituições participantes pretendem dar visibilidade às causas e ações da comunidade afrodescendente no município.

Além disso, realçar a importância de Zumbi dos Palmares para as lutas de combate ao racismo, à intolerância e discriminação do povo negro. A ação também tem como objetivo promover o intercâmbio de informações para agentes públicos e sociais com a finalidade de implantar políticas públicas de educação étnico-racial e contribuir para o primeiro Plano Municipal de Cultura de Itabuna.

O evento pretende ainda, incentivar a inserção dos agentes culturais no Cadastro de Culturas e Turismo de Itabuna (CADCULTI) e reunir educadores, estudantes, artistas, ativistas do movimento negro, etc.

Para a diretora de Planejamento da FICC, Bruna Setenta, o projeto é muito importante para a cidade. “Promover ações que corroborem com os anseios da comunidade de matriz africana em nossa região é requisito de atenção do setor da Cultura do município, a fim de contribuir com o processo de reconstrução e ressignificação de conceitos e contextos de valorização identitária do povo negro e de combater as práticas de racismo, intolerância e discriminação”, pontuou.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito