i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Kaique Brito, Diretor da Defesa Civil monitora chuva e prevê 20 milímetros em Itabuna


Nesta segunda-feira, dia 28, a previsão para Itabuna é que chuva deve ultrapassar 20 milímetros, segundo informações da Diretoria da Defesa Civil da Secretaria de Segurança e Ordem Pública (SESOP). Segundo o órgão,  no domingo o  nível do Rio Cachoeira  subiu 6 metros por conta da chuva que vem atingindo há 15 dias outros municípios do sul da Bahia, a exemplo de Itaju do Colônia em Itororó, nas cabeceiras do rio. O coordenador da Defesa Civil, o geógrafo Kaique Brito, acompanha diuturnamente os índices neste período chuvoso em toda a região, 

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



com base nos dados dos sistemas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e  Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN). Nas últimas 24 horas, no entanto, a volumetria em Itabuna  foi de 10 milímetros.

 Ontem, os técnicos da Defesa Civil estiveram na Vila de Itamaracá, zona rural de Itabuna, onde acompanharam a elevação do nível do rio. Até agora, só uma família saiu de casa, por conta própria, devido ao risco de inundações no Bairro Maria Matos, na zona oeste da cidade.

Itabuna permanece em Alerta Laranja, quando o risco de deslizamentos é moderado. O sinal exige atenção especial da população ribeirinha. “Há dois dias estamos emitindo alertas para as famílias que vivem às margens do Rio Cachoeira e seus tributários, como forma de prevenção", lembra Kaique Brito. 

A cheia do rio também sofre influência das precipitações na região de Itororó e Dario Meira, onde choveu cerca de 30 milímetros nas últimas 24 horas, e do planalto de  Vitória da Conquista que teve chuvas de 79, milímetros neste mesmo período.
 
 Além da Defesa Civil e da Secretaria de Promoção Social e Combate a Pobreza (SEMPS),  a Secretaria Municipal da Educação também está sobreaviso para possível  acolhimento às famílias nas escolas de bairros da zona oeste, como Urbis IV, Ferradas e Nova Ferradas, onde canais de drenagem passaram por limpeza e manutenção. Mas, com a continuidade das chuvas podem ocorrer eventuais alagamentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito