i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Professor denuncia vagas ociosas em curso de medicina da Uesc:

Um professor universitário de Ilhéus denunciou nas redes sociais que a Universidade Estadual Santa Cruz (Uesc), situada naquele município, mantém ociosas vagas em um dos cursos mais concorridos entre os estudantes. Segundo Dorival Filho, das 40 vagas disponíveis para o primeiro ano da graduação, apenas 28 estão ocupadas. “Enquanto você está aí se matando para conseguir uma vaga na Uesc, a Uesc está com vagas ociosas porque ela dá as costas para a região que a abriga”, diz o professor em um vídeo publicado em suas redes sociais.

(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)



Para ele, o problema acontece porque estudantes de outras regiões que foram aprovados no curso acabaram sendo chamados posteriormente em universidades mais próximas de onde moram e abandonaram a instituição no sul da Bahia. O professor diz que isso acontece porque a Uesc aderiu ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que abre concorrência nacional.

“É um absurdo, é inaceitável que a Uesc continue fazendo isso com os alunos que sonham fazer medicina. É preciso entender que a universidade pública veio para o interior para atender a população do interior. A Uesc não foi criada em Ilhéus para atender o Brasil, ela foi criada em Ilhéus para atender a juventude desta região. É inacreditável, é revoltante”, pontua.

“Estamos às vésperas de mais um Enem em que eu vejo alunos com o emocional abalado por essa luta, e hoje eu soube que tem apenas 28 alunos no primeiro ano da Uesc. É revoltante, é desrespeitoso, e inaceitável que a Uesc continue fazendo isso”, desabafou.

O vereador de Itabuna, Israel Cardoso (AGIR), reiterou a cobrança e endossou a proposta de criação do bônus regional no processo de seleção da Uesc, que seria o acréscimo de 20% na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de alunos da região onde se encontra a instituição de ensino – prática já adotada por outras universidades públicas do País. “A Uesc possui o Conselho Universitário, portanto tem autonomia para decidir sobre o bônus. Todos ganharão com a aprovação da proposta, os discentes não precisarão sair do Estado para estudar e a Uesc verá filhos da terra formados em sua própria região”, defende o vereador Israel Cardoso.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito