i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Coleta Seletiva de Itabuna Comemora o 1º Ano da Central de Triagem


Um encontro realizado na manhã desta terça-feira, dia 7, no auditório do SEST/SENAT marcou a comemoração do 1º ano do funcionamento da Central de Triagem da Coleta Seletiva, sob o comando da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Itabuna (AACRI). Sob a responsabilidade da Prefeitura, por meio da Secretaria de Planejamento (SEPLAN), o projeto inovador é executado com o apoio de secretarias municipais de Infraestrutura e Urbanismo (SIURB), Promoção Social e Combate à Pobreza (SEMPS) e da Educação e de Saúde, Defensoria Púbica do Estado da Bahia (DPE-BA) e Ministério Público do Trabalho (MPT). (Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)






A titular da SEPLAN, Sônia Fontes, ressalta que o início do processo começou com o cumprimento integral da Política Nacional de Resíduos Sólidos, por meio do fechamento do antigo lixão, em 2021, e o lançamento do Programa Recicla Itabuna. A Central de Reciclagem chegou ano passado.

“Hoje é dia de festa, mas também é um momento de reflexão e planejamento do futuro da associação e dos agentes ambientais, porque ainda precisamos dar um apoio muito grande aos membros da AACRI”, afirmou.


O reconhecimento da administração do prefeito Augusto Castro (PSD), como grande parceiro dos agentes ambientais, é ressaltado pela secretária Sônia Fontes. “Eles sempre deixam claro que a essência não foi apenas ter melhorado e ampliado o sistema de limpeza pública de resíduos sólidos de Itabuna, mas descobrir a vocação e dar oportunidades a cada um que vivia de forma subumana e atualmente tem qualidade de vida e sonhos futuros”, reforçou.

“Agente vê nas atitudes dos agentes ambientais que a Prefeitura é não só uma grande parceira, mas também há órgãos de controle como a Defensoria Pública da Bahia, Ministério Público do Trabalho, Conselho do Meio Ambiente, empresas como a Biosanear e CVR Costa do Cacau. Essa composição e esses quase dois anos de luta e trabalho conjunto nos fez conquistar essa confiança”, afirmou.

A secretária relatou desafios e metas para os próximos meses: ampliar a coleta seletiva é um deles.
“Desafios sempre existirão, principalmente porque se trata de uma área que ainda tem muito o que ampliar. Atualmente a coleta especial seletiva, por exemplo, é feita em 30% da cidade”, constatou.

“Ou seja, temos muito o que aproveitar do lixo ainda. Sendo assim, o nosso grande desafio é fazer com que as pessoas separem o lixo doméstico e saibam que aquele lixo, além de ajudar a natureza, também vai contribuir para a sobrevivência de muitas pessoas”, ensinou.




0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito