i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Augusto Castro, ministros Waldez, Rui Costa e gov. Jerônimo assina ordens de serviço unidades habitacionais.

Itabuna vai entregar 696 unidades habitacionais até o 1º semestre do próximo ano, financiadas pelo repasse de recursos do Governo Federal, no valor de cerca de R$ 83 milhões, dois parques lineares, com extensão de seis quilômetros, além de 80 casas construídas pelo Governo do Estado. As ordens de serviço foram assinadas na manhã desta segunda-feira, dia 24, no Teatro Municipal Candinha Dória pelo prefeito Augusto Castro (PSD) com autoridades federais. A solenidade contou com a presença dos ministros Rui Costa, da Casa Civil da Presidência da República, e Waldez Góes, da Integração e Desenvolvimento Regional, do governador Jerônimo Rodrigues e do secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff. Também prestigiaram o evento, deputados federais e estaduais baianos, prefeitos, vereadores e autoridades. Todos foram recebidos pelo prefeito de Itabuna, Augusto Castro.


(Veja os Vídeos e as Fotos desse Evento)

(Click no Ícone Abaixo)





Obs: Assista os Vídeos com o celular na horizontal



1º Vídeo (Fala do prefeito AC)





2º Vídeo (Fala Jerônimo)





Os recursos para o Loteamento Viver Melhor I somam R$ 49 milhões para a edificação de 431 moradias, próximo ao Posto Atalaia, no São Lourenço, destinadas a famílias da Rua da Bananeira e Nova Itabuna que ficaram sem casas após a enchente do Natal de 2021. Já o Loteamento Viver Melhor II,  terá R$ 27,5 milhões para 265 unidades residenciais que serão construídas vizinho aos bairros Jorge Amado e condomínio Itapoan, para desabrigados do Nova Itabuna e Maria Matos (Rua de Palha).





O prefeito Augusto Castro falou de sua alegria por Itabuna receber dois ministros e o governador e o maior investimento federal de sua história. “Passamos momentos difíceis na enchente no final de 2021, mas hoje o sentimento é de gratidão pelos homens e mulheres que sofreram, mas terão quase 700 habitações. Vamos humanizar a beira-rio, construindo os dois parques lineares urbanizados”, discursou. O investimento será de R$ 6,3 milhões.


Ele lembrou que a Prefeitura atendeu mais de 4 mil pessoas num primeiro momento para acolher os desabrigados e desalojados, buscando preservar vidas. “Tenho certeza de que Itabuna deu um passo importante. A cidade cresceu com Wagner, Rui e o governador Jerônimo. Nossa preocupação agora é finalizar este projeto das casas para atender as famílias que mais necessitam”, falou.




 Augusto lembrou que nos últimos dois anos, a Prefeitura se organizou e agora tem capacidade de tomar investimentos do Banco do Brasil para projetos de urbanização de algumas localidades. “Além disso, conta com o Governo da Bahia em obras na cidade. Nessa parceria, vamos avançar mais”, afirmou.


 
O ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, destacou que agora o Governo Federal tem um grande coordenador que dá o tom ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao se referir ao ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa. Ele também agradeceu ao pessoal técnico da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil pela agilidade na liberação dos projetos e recursos destinados a Itabuna.

 

Góes disse que a dois dias da posse, o presidente Lula pediu-lhe que tivesse atenção com as situações de emergência. Atualmente, são 1.600 municípios brasileiros com problemas de água ou de estiagem. “A Defesa Civil Nacional está alerta 24 horas em articulação com as defesas civis dos estados e municípios. No governo anterior, tinha disponíveis apenas R$ 25 mil no orçamento”, informou.

 




“Com a aprovação da PEC da Transição sob articulação do presidente Lula, houve a recomposição do orçamento. Com a coordenação de Rui Costa que nos pediu atenção aos projetos, pudemos atender a população de Itabuna”, contou Waldez Góes.




 

O ministro Rui Costa falou sobre o lançamento do aplicativo Mãos à Obra para que os prefeitos informem obras paradas. “Peço o apoio da UPB para que a gente consiga concluir estas obras públicas. O presidente vai autorizar por Medida Provisória o reajuste dos valores. Só na Educação são mais de 4 mil obras. Com o repasse de valores atualizados, os municípios poderão retomar e concluir, disse. 




 

Rui disse também que o presidente aportou R$ 2 bilhões para que unidades de saúde sejam concluídas para melhorar a atenção primária. “Augusto nos pediu atenção para a média e alta complexidade. Vou conversar com a ministra da Saúde. Mas, lembro que o novo decreto do saneamento vai acelerar investimentos no setor. Com a Embasa através de Parceria Público-Privada se poderá, por exemplo, acelerar obras de esgotamento sanitário de Itabuna e demais municípios”, comentou.


Já o governador Jerônimo Rodrigues disse que a solenidade no Teatro Candinha Dória foi um recorte para sinalizar a volta do Brasil ao pacto federativo. “Trabalhamos em 2022 construindo tijolo por tijolo, pedaço por pedaço o atual governo. O Lula sintetizou o governo em duas palavras: reconstrução e integração. O Brasil padeceu nos últimos seis anos. Por isso, estamos felizes que o Brasil voltou”, realçou.


Também discursaram o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e o deputado federal Paulo Magalhães (PSD-BA).


























































0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito