i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Estado e MJ entregam equipamentos de segurança e anunciam segunda edição do Pronasci na Ba.


A segurança pública na Bahia ganhou mais um reforço, nesta segunda-feira (29), com a entrega – realizada pelo governador Jerônimo Rodrigues – de equipamentos e mais de 90 veículos, que vão auxiliar a Polícia Militar no combate a crimes em todo o estado. Na ocasião, no Centro Histórico, com a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, também foi inaugurada a sala de videomonitoramento, no 18° batalhão da PM, e apresentado o novo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Governo Federal. (Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)



 


“Entregamos viaturas, armas, drones e outros equipamentos, como a sala de vídeomonitoramento, além da apresentação da nova fase do Pronasci. Temos muito orgulho do que está sendo feito na Bahia e, hoje, aqui com Dino, celebramos a retomada das políticas de segurança pública em todo o Brasil”, afirmou o governador da Bahia. Jerônimo ainda reforçou que, até o ano passado, o Estado não contava com o apoio Federal. Agora, com o Pronasci 2, os estados e municípios terão orçamento para a área.

 



Foram entregues pelo ministro, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), 15 viaturas, nove drones, quatro viaturas descaracterizadas, 3.050 unidades de munição calibre 9 mm, duas viaturas Ford Ranger 4x4, da Força Nacional; 136 pistolas Beretta 9mm e kit com 20 pistolas. Foram destinados para a Bahia R$ 3,9 milhões.

 



Flávio Dino explicou que o programa nacional traçou novas estratégias com base nos dados de 163 cidades brasileiras, que somam a metade dos crimes registrados em todo o território nacional. “Vamos focar nesses municípios – muitos inclusive estão na Bahia –, que vão receber uma atenção prioritária. Então, o Pronasci tem cinco eixos: combate ao feminicídio, combate ao racismo, assistência ao trabalho de educação dos presos e dos egressos, vítimas de violência, capacitação dos profissionais”, pontuou.


Mais segurança para a Bahia

 

O secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, apresentou a operação que deve ampliar as ações ostensivas no Centro Histórico de Salvador, pelos próximos 30 dias, com um efetivo de 189 policiais militares por dia, vindos de outras unidades. Serão assistidas as áreas do Centro Histórico (Pelourinho e Santo Antônio Além do Carmo), Centro de Salvador, Baixa dos Sapateiros, Barroquinha, Rua Chile e adjacências, Barris e Garcia. Foram destinados pelo Estado R$ 416 mil para a ação.

 

Por meio da SPP, o Governo também entregou 68 motocicletas para unidades operacionais da capital e interior do estado, apresentadas no Terreiro de Jesus. Foram destinados aproximadamente R$ 2,3 milhões para a aquisição dos veículos, além de R$ 6,9 milhões aportados em 27 viaturas para Batalhões e Companhias de Polícia Rodoviária. Segundo o secretário, a iniciativa visa fortalecer as estratégias de segurança não só na capital, mas em toda a Bahia. “Para isso, uma parte desses veículos será encaminhada para o interior, a fim de reforçar o patrulhamento ostensivo local”, destacou o secretário.

 

O titular da SSP também explicou que as viaturas do Pronasci vão atuar na prestação de serviço especializado e preventivo da violência contra a mulher. Os veículos vão ser utilizados por equipes de Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas e Porto Seguro. “Vamos destinar 15 veículos para fortalecer a Ronda Maria da Penha, além das Neams [Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher] e Deams [Delegacia Especializada e Atendimento à Mulher] que estão sendo criados na capital e no interior. É parte da política de fortalecimento do enfrentamento à violência contra a mulher”, explicou Werner.

 

Casa da Mulher Brasileira

 

Durante o evento, o ministro da Justiça e Segurança, Flávio Dino, também anunciou que Salvador deve ser uma das 40 cidades contempladas com a Casa da Mulher Brasileira. A casa é parte do programa Mulher, Viver sem Violência, coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República. O projeto visa facilitar o acesso das mulheres aos serviços especializados que garantem o enfrentamento à violência.


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito