i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




SESAB divulga primeiro LIRAa de 2023 que aponta diminuição dos casos de dengue em Itabuna

 


A Secretaria de Saúde da Bahia (SESAB) divulgou o primeiro Levantamento Rápido do Índice para Aedes Aegypti LIRAa/LIA de 2023, que contempla os índices de monitoramento de diversas cidades do estado para casos de proliferação do mosquito.  No Levantamento, que contempla os meses de abril e maio, Itabuna apontou índice de 3,13% de LIRAa, o que é considerado estável em relação aos meses anteriores, indicando que o município não ultrapassou o Alerta Amarelo neste ano.

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)





A Coordenadora da Divisão de Endemias, Lucimar Ribeiro, atribui os avanços ao empenho incansável da Secretaria Municipal de Saúde, em especial dos Agentes de Combate às Endemias (ACE) nas ações de conscientização, mutirões e visitas domiciliares.


"É Importante destacar também que apesar da estabilidade, os trabalhos e a conscientização sobre os cuidados não podem parar. Estamos em época de chuvas, o que favorece a proliferação do mosquito. Por isso, é importante que a população fique atenta aos recipientes que acumulam água em quintais e áreas livres. E, se necessário, alertar a Divisão de Endemias, por meio do Disk-Dengue: 3612-8324”, afirmou Lucimar.


O LIRAa é uma metodologia que permite o conhecimento de forma rápida, por amostragem, da quantidade de imóveis com a presença de recipientes com larvas de Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Febre pelo vírus Zika e Febre Amarela.


NOVO LARVICIDA


Seguindo a recomendação da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado da Bahia (DIVEP) e da Coordenação de Doenças de Transmissão Vetorial (CODTV) e GT Arboviroses, o município de Itabuna aderiu ao uso do novo larvicida BTi granulado para o tratamento focal nas atividades de controle do Aedes aegypti e Aedes Albopictus.


O BTi é um inseticida biológico para uso contra larvas de mosquitos com maior eficácia, combatendo os insetos em até 24 horas após aplicação do produto, pois age diretamente na parede intestinal das larvas, eliminando os criadouros nas casas e demais locais da cidade.

1 comentários:

Anônimo disse...

Faltou dar um treinamento aos agentes a respeito do novo larvicida. Treinou somente os supervisores, estes não vão usar o produto em campo. Conduta irresponsável, falta de cuidado com o pessoal de campo.

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito