i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




GCMs de Itabuna participam de capacitação com foco no enfrentamento à violência doméstica


Cerca de 20 Guardas Civis do Município da Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública (SESOP), participam hoje e amanhã, dias 9 e 10, no auditório do SICOOB, do 1º Nivelamento das Equipes da Ronda Maria da Penha. É uma capacitação contínua que faz parte do cronograma de ações em referência à campanha “Agosto Lilás” de enfrentamento à violência doméstica contra a mulher. O secretário de Segurança e Ordem Pública, Humberto Mattos, ressaltou a importância desta capacitação neste mês, tendo em vista que se trata de um marco no enfrentamento da violência contra as mulheres.

(Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)





“Trata-se de um momento de atualização de conhecimentos dos nossos GCMs. É muito importante realizar ações como esta, que ressaltam a importância da prevenção e também para capacitar os profissionais que atuam na área de segurança”, sintetizou. O coordenador do Núcleo Educacional da Guarda Civil Municipal, inspetor Valdir Francisco Santos, lembrou que o treinamento faz parte de uma iniciativa do comando da GCM, sob a responsabilidade do inspetor Inácio Pereira, e tem como foco ações continuadas de profissionalização dos guardas municipais.


“Ao todo serão dois meses de treinamento, dividido em 15 encontros com aulas teóricas e práticas”, explica Valdir Francisco Santos. Segundo ele, nesta quinta-feira, dia 9, haverá uma panfletagem na Praça Adami para orientar a população.

A coordenadora da Ronda Guardiã Maria da Penha da GCM, inspetora Núbia Oliveira, disse que a capacitação está sendo realizada em parceria com a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres e os Núcleos de Educação e Promoção Social da Guarda Civil Municipal. “Nosso foco é levar o entendimento de que a violência não pode ser admitida e nem permitida em hipótese alguma”, lembrou a inspetora Núbia Oliveira.

Dentre os temas abordados no encontro: tipos de violência e Lei Maria da Penha, Rede de Enfrentamento à violência contra as mulheres e seus aparelhos, machismo estrutural, machismo tóxico e machismo institucional, entre outros. Em caso de denúncia, a população pode acionar a Patrulha Guardiã Maria da Penha pelo 153.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito