i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Guarda Civil de Itabuna terá ronda específica nas escolas municipais

 Nesta sexta-feira, dia 1º, a Guarda Civil Municipal (GCM) participou de mais um módulo da capacitação para atuar na ronda específica de segurança das escolas da rede municipal de ensino de Itabuna. Os agentes assistiram a uma aula sobre atribuições e competências da Guarda Civil Municipal e relações humanas no ambiente escolar.  O treinamento, que é realizado pelas secretarias municipais de Segurança e Ordem Pública (SESOP) e  da Educação, começou na segunda-feira, dia 28, e terá duas etapas.  A primeira, com duas semanas presenciais, enquanto a segunda, com três semanas voltadas para a realização de palestras nas escolas sobre temas que fazem parte do aprendizado dos alunos. (Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)







Ao todo, 35 agentes da GCM terão noções de Primeiros Socorros, estrutura funcional da Secretaria Municipal da Educação e do Conselho Tutelar, além de passar por uma oficina com a Polícia Militar sobre o policiamento comunitário.



 O secretário municipal de Segurança e Ordem Pública, Major Fábio Santana, disse que agora, a Guarda Civil Municipal se une às outras corporações da segurança pública para fazer a segurança da comunidade escolar. “A Guarda vai monitorar as escolas e os arredores. O aluno e o professor precisam se sentir seguros em sala de aula”, disse.


O coordenador do Núcleo Educacional da GCM, inspetor Valdir Santos, ressaltou que é preciso ter mais aproximação com a comunidade. “Queremos levar o trabalho da mão amiga às pessoas. Somos a estrutura de segurança em nível de município, mais próxima do cidadão. Esse é um trabalho da gestão do prefeito Augusto Castro, agora defendido pelo Major Fábio Santana”, disse Valdir.


O instrutor Janildo Barbosa ministrou uma aula sobre as atribuições da Guarda Civil Municipal e reforçou  que é preciso elo entre alunos e professores e a GCM. Ele disse que a Guarda específica vai se diferenciar, porque vai atender ao público educacional e precisa identificar as dificuldades da comunidade escolar.


“Uma vez que o estudante sai de casa e está na instituição de ensino, ele é responsabilidade da direção da escola. Mas, quando houver uma extrema necessidade, a escola solicita a ronda, que também vai fazer um trabalho ostensivo”, explica Janildo.


Para o guarda municipal Luís Carlos Almeida, a Ronda Escolar chega com uma visão  inovadora de acolhimento, que vai beneficiar toda a Rede Municipal de Ensino. “ A base de uma sociedade é a educação e seremos uma guarda cidadã, que vai acolher e ser parceiros dos alunos e professores”,  destacou.


O treinamento segue até dia 25 de setembro e após sua conclusão, a ronda vai fazer a segurança de toda a Rede Municipal de Ensino das 7 às 23h. “Até nas escolas do campo nós vamos agir, com policiamento ostensivo e equipe multidisciplinar”, afirmou Valdir. 

 

 Nas aulas teóricas, os guardas civis municipais assistiram a uma palestra sobre como lidar com alunos que têm deficiências, como autistas, transtornos imperativos, do déficit de atenção, opositor desafiador dentre outros.

 

“É importante esclarecer que às vezes esses alunos podem se desorganizar e ter  reações que  a guarda não sabia como lidar.  Mas,  isso somente  será  possível depois de a Guarda Civil Municipal ser orientada pelas profissionais da  educação inclusiva da Secretaria Municipal da Educação”, explicou a coordenadora do  Departamento da Educação Especial e Inclusiva, Lindiane Gomes.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito