i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




“Queremos Saber” busca esclarecimentos sobre uso de empréstimo em Itabuna


A Câmara de Vereadores sediou ontem (22) mais uma edição do projeto “Queremos Saber”, para esclarecer dúvidas sobre os recursos empenhados no Programa Acelera Itabuna (PAI). Para responder a perguntas dos edis e da comunidade naquela sessão especial, compareceu a secretária de Infraestrutura e Urbanismo, Sônia Fontes. À frente dos trabalhos, os vereadores Israel Cardoso e Ricardo. Acompanhados do colega Cosme, eles indagaram como se dará o cronograma de obras, bem como a aplicação do crédito autorizado em primeira instância no Legislativo.

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)





Primeiro-secretário da Casa, Israel destacou a importância de obter esse retorno do governo, após o aval assinado pelos vereadores. “Nós aprovamos aqui os empréstimos e hoje, na condição de fiscais, viemos saber da secretária onde será aplicado o dinheiro”, pontuou. Ricardo manifestou boas expectativas. “Hoje debatemos um tema extremamente importante, que é a reorganização de uma parte urbana da nossa cidade, a parte rural também está colocada. Isso só nos engrandece enquanto agentes públicos e democratizando essa discussão”, avaliou.


Plano de ação

Segundo Sônia Fontes, foram definidas três zonas abrangendo todo o município, para obras a partir dos valores obtidos em três fontes: governo federal, estadual e R$ 115 milhões via empréstimo junto ao Banco do Brasil. Desse montante, informou ela, R$ 95 milhões deverão ser disponibilizados ainda neste ano.

Para cada área mapeada, está sendo licitada uma empresa diferente. Já começou parte das intervenções, que vão de infraestrutura a mobilidade. A expectativa, disse a secretária, é ter o trabalho de reestruturação dos bairros concluído em 10 meses.  

“Na parte da infraestrutura, serão aplicados basicamente R$ 60 milhões. Entram 255 ruas, 12 praças, estamos pensando uma recuperação da beira rio... Durante todas essas décadas, nós não fizemos o que podia igualar a justiça social, a infraestrutura da cidade”, assinalou.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito