i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Vigilância em Saúde da show de informações sobre enfrentamento das arboviroses em Itabuna

O Departamento de Vigilância em Saúde (VSA) da Secretaria Municipal de Saúde deu um “aulão” com informações sobre as causas, consequências e as ações desenvolvidas pela Prefeitura de Itabuna para o enfrentamento das arboviroses no município durante o 1º Seminário da VSA, na tarde de terça-feira, dia 14. O evento reuniu especialistas em enfrentamento de desastres naturais e também em pesquisas sobre dengue, chikungunya e zika vírus. O Teatro Municipal Candinha Dória ficou lotado. (Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)

 


A programação foi aberta pela diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maristella Antunes, que fez uma explanação sobre o intenso trabalho que o município vem executando ao longo dos últimos três anos, principalmente durante e no pós-pandemia da Covid-19 e também da enchente que devastou parte da cidade, há dois anos.




 “Foi um trabalho árduo e muito difícil dos profissionais dos diversos setores da VSA, para garantir a saúde da população”, frisou a diretora. Ela lembrou, por exemplo, que enquanto a comunidade se resguardava em casa durante a Covid-19, os Agentes de Combate às Endemias visitavam as famílias para realizar testes, devolver resultados ou proceder ao encaminhamento de pacientes ao hospital.




 “Eles não são apenas profissionais, são verdadeiros guerreiros”, elogiou a diretora, que com recursos visuais em telão aproveitou para exibir fotos das equipes em campo e estatísticas sobre o trabalho executado pelos nove setores que compõem o Departamento da VSA.




 

Maristella elogiou e parabenizou a todos e concluiu dizendo que “em cada setor temos profissionais comprometidos com a saúde de nossa população e motivados pelo prefeito Augusto Castro (PSD) que desde o início de sua gestão tem investido na valorização do servidor e em melhores condições de trabalho”.

 

A programação seguiu com a palestra da mestre e doutoranda em Biotecnologia de Microorganismos Marcella Barreto sobre o enfrentamento das arboviroses na Vigilância em Saúde e também sobre as pesquisas que estão sendo desenvolvidas por uma equipe de doutorandos na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

 

Após traçar um paralelo entre as divisões do departamento da VSA e as áreas de pesquisa científica na UESC voltadas para o combate a dengue, chikungunya e zika vírus, Marcella Barreto afirmou que “é preciso que cada um possa dar o melhor de si todos os dias, porque a saúde do outro depende de nós, profissionais de saúde”. 

 

A segunda palestra foi do coordenador municipal da Defesa Civil, doutor em Geografia Kaique Brito que destacou a vulnerabilidade ambiental em momentos de cheias, como águas contaminadas, proliferação de doenças e no período de seca prolongada e o papel da Defesa Civil no enfrentamento aos desastres naturais.

 

O subtenente do 4º Grupamento de Bombeiros Militares, André Luiz Azevedo, explicou o papel do bombeiro e de sua instituição nos desastres ambientais para socorrer a comunidade em situação de perigo. Ele lembrou, por exemplo, a enchente de 2021, os incêndios florestais ou em residências e que a corporação trabalha muito com ações preventivas visando preservar a integridade física e moral da população.

 

O último item da programação foi uma  mesa-redonda formada por profissionais do Núcleo Regional Sul da Secretaria de Saúde da Bahia (SESAB). A equipe destacou o papel do Estado no enfrentamento das arboviroses e também nos desastres ambientais.

 

a subsecretária municipal de Saúde, Lânia Peixoto, elogiou a iniciativa e elogiou a diretora da VSA por promover um “evento deste nível, esclarecedor e importante para todos nós, que muitas vezes não nos damos conta da complexidade e da atuação de tantos profissionais envolvidos para garantir a saúde de nossa população”, finalizou.      

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito