i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Enfermeiros do Hospital de Base participam de Atualização em Atendimento Antirrábico Humano da SESAB

Coordenadores do Pronto-Socorro, da Comissão de Feridas e do Núcleo da Vigilância Epidemiológica (NVE) do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, instituição administrada pela Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), participaram na manhã desta quinta-feira, dia 9, do curso de Atualização em Atendimento Antirrábico Humano. Promovido pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB), o curso foi realizado no auditório do Núcleo Regional de Saúde Sul, em Ilhéus,
(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo) 





e teve como público-alvo: enfermeiros que atuam no atendimento antirrábico em hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Os profissionais puderam obter informações mais atualizadas sobre profilaxia pré e pós-exposição da raiva, manejo e prevenção da raiva humana transmitidas por cães, gatos, morcegos e animais silvestres, bem como administração de soros contra a raiva e tratamento da ferida ou lesão.


A raiva é uma zoonose (doença transmitida dos animais ao homem e vice-versa) por um vírus mortal tanto para o homem como para o animal. Envolve o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução.

Causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rhabdoviridae, a transmissão da doença ocorre quando vírus da raiva existentes na saliva do animal infectado penetra no organismo através da pele ou de mucosas, por meio de mordedura, arranhadura ou lambedura.

O coordenador do NVE do HBLEM, Dino Cézar, alerta para alguns sintomas da raiva: transformação de caráter, inquietação, perturbação do sono, sonhos tenebrosos; alterações na sensibilidade, queimação, formigamento e dor no local da mordedura.

Podem ocorrer também: quadro de alucinações, acompanhado de febre; medo de correntes de ar e de água de intensidade variável e crises convulsivas periódicas.


O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães é referência no atendimento antirrábico, possui equipe preparada para atender casos dessa natureza e dispõe de todos os tipos de soros e imunoglobulinas.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito