i

i

cm

cm

Adsense




Exposição Itinerante Navio Negreiro – Hansen Bahia e Castro Alves chega a Porto Seguro

Depois de Vitória da Conquista receber a Exposição Itinerante Navio Negreiro, chegou a vez da população de Porto Seguro conhecer as obras do artista Hansen Bahia, que foram inspiradas no poema O Navio Negreiro, de Castro Alves. 


A exposição ficará aberta ao público no Centro de Cultura de Porto Seguro, Rua 15 de Novembro, Pacatá, de 9 a 18 de março. 
Durante a exposição vão acontecer oficinas de Xilogravura, ministrada pelo artista plástico Zimaldo Baptista Melo. Com turmas no dia 15 (manhã e tarde) e 16 (manhã). As inscrições serão feitas no Centro de Cultura.
Através do Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade vinculada a Fundação Pedro Calmon/SecultBa a exposição Itinerante já passou por Salvador, São Francisco do Conde, Santo Amaro, Alagoinhas, Juazeiro, Feira de Santana, Jequié e Vitória da Conquista.
O diretor do CMB, Rafael Fontes, reforçou o trabalho do Hansen, “por que leva a gente a fazer uma reflexão sobre esse marco. A história precisa ser pensada e discutida nos dias de hoje. Por isso, a exposição itinerante levará para as cidades oficinas, debates e discussões sobre o que foi a escravidão”, reforçou.
De acordo com o curador da exposição, Ayrson Heráclico, essa obra de Hansen Bahia é única, “porque ninguém nunca ilustrou um poema inteiro”. Inspiradas pelo poema O Navio Negreiro de Castro Alves, Hansen Bahia descreve em imagens a violência contra os africanos subjugados de escravos vindos nos porões dos navios.
Autor das ilustrações de O Navio Negreiro, Hansen nasceu na Alemanha e naturalizou-se baiano. Ilustrador, escultor, pintor, escritor e professor são algumas das atividades que o artista exerceu durante a vida. Através de um testamento ele doou o acervo para a cidade de Cachoeira, local onde foi criada a Fundação Hansen Bahia.


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito