i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




QUADRILHA É DENUNCIADA NA CÂMARA DE VEREADORES DE ITABUNA.{ um caso de polícia }

Com carta em punho, Loiola declarou que todas as atitudes foram coerentes e para o bem da Câmara Municipal de Itabuna. O presidente da Câmara afirmou ter descoberto uma quadrilha dentro da Casa e que precisou de ajuda para desbaratá-la. "Orei muito para Deus me ajudar a desmascarar essa quadrilha", declarou.
Foto.câmara de vereadores, ou casa da câmbio ??

Justificando as medidas tomadas em exonerar Kléber Ferreira (chefe de RH) e Álisson Cerqueira (Diretor Adm.), Loiola afirma que após uma investigação feita por uma comissão formada por Claudevane, Wenceslau Júnior e Barcelar, esse último citado como um dos cúmplices da quadrilha formada pelos ex-diretores, para apurar irregularidades na aplicação das verbas da Câmara. "Quando minhas contas começaram a entrar em jogo, tomei a iniciativa", explica.
Segundo Loiola, os dois acusados, já exonerados, ocupavam cargos comissionados indicados pelos vereadores Roberto de Souza e Ricardo Barcelar. e tanto Kléber como Álisson, "tiveram que ser afastados da Câmara por estarem envolvidos com empresas fantasmas", declara Loila. As empresas fantasmas, segundo o presidente, seraim de limpeza e segurança, para onde eram desviados maior parte dos recursos destinados à Casa; "empresas essas que existiam com o conhecimento e participação de Roberto e Barcelar", completando, segundo Loiola, "as esferas da quadrilha".

O presidente da Câmara ainda acusa o 1º secretário da Câmara, Roberto de Souza, de abusar de sua confiança e ingenuidade. "Fui pressionado a assinar documentos, dos quais desconhecia o teor, destino ou procedência - todos encaminhados sempre em caráter de urgência, por Roberto, à minha mesa", afirma Loiola.
O vereador Roberto de Souza não quis se pronunciar, já Barcelar alegou que as acusações de Loiola são fruto de um desequilíbrio mental e, disse ainda que iria processar o presidente da Casa. "loiola está passando por uma perturbação mental, ele não sabe o que diz e é totalmente influenciável". O vereador ainda disse que foi ele quem idealizou e ajudou a apurar as investigações junto ao Tribunal de Contas e disse que vai fazer de tudo para que a Comissão Especial de Inquérito - CEI seja implantada.
foto. o radialista geraldão, tentando dá papinha a Loiola.


Já o chefe de RH exonerado por Loiola, Kléber Ferreira, se defendeu dizendo que em toda sua vida pública seu nome nunca esteve envolvido em nenhuma irregularidade. "Tudo o que eu fiz até hoje, durante esses 1 ano e 8 meses na Câmara, foi por determinação do próprio presidente", diz. Kléber ainda afirma que Loila sabia e assinava todas as transações relacionadas com a licitação que contratou as duas empresas que vinham funcionado ao longo destes meses e, que, Loiola só resolveu virar a mesa agora porque não teve suas últimas exigências acatadas. "Loiola resolveu denunciar apenas agora porque fui contrário as últimas decisões do próprio", afirma.

CUIDADO PREFEITO, COM OS RATOS DA PREFEITURA.VAI PRECISAR DE MUITO CHUMBINHO PARA EXTERMINA-LOS !

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito