i

i

chp

chp

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Procon Itinerante chega aos moradores de Nova Ferradas

Cerca de 200 pessoas foram atendidas no primeiro dia do Projeto Procon Itinerante, lançado no último sábado (11), na sede da Associação dos Moradores de Nova Ferradas, pelo prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo. Ele elogiou a dimensão social do projeto, que visa divulgar os direitos dos consumidores aos diversos bairros.

A solenidade de lançamento do PPI contou com a presença do diretor do Procon, José Sidenilton de Jesus Pereira; do secretário de Assuntos Governamentais e Comunicação Social, Ramiro Aquino; da presidente do DEM em Itabuna, Maria Alice Araújo Pereira; do presidente da Associação de Moradores de Nova Ferradas, Silas Santos Araújo; além de assessores do governo e de representantes de empresas prestadoras de serviços como a Coelba, Oi e Emasa.

Sidenilton Pereira destaca que a participação da população atesta o sucesso do projeto educativo, que tem como objetivo levar aos bairros os direitos dos consumidores e resolver problemas relacionados ao consumo de serviços essenciais como energia, telefonia e abastecimento de água.

Ele observa que foram realizadas cerca de 50 audiências de conciliação e as restantes vão depender de procedimentos técnicos para sua solução numa segunda audiência. O diretor do Procon explica ainda que o trabalho mobilizou uma equipe de três advogados, dois atendentes e toda uma equipe de apoio na área de informática e tecnologia.


Experiência interessante

A advogada do Procon, Thais Portela ressalta que as principais reclamações eram relacionadas à prestação de serviços, e contaram com a presença de prepostos de empresas do setor: “Essa é uma experiência interessante, com a realização simultânea de audiências e de conciliações, além de orientarmos o encaminhamento dos casos diferenciados para o próprio Procon”.

A presidente DEM, Maria Alice Araújo parabenizou a interiorização do serviço do Procon que chega agora aos distritos e aos bairros da periferia, beneficiando justamente parcela mais carente da população. O líder comunitário Silas Araújo destacou o projeto como importante para a população dos bairros, que tem dificuldade de acesso às informações sobre seus direitos básicos e até mesmo para procurar o Procon.

Diferentemente dos casos ligados à Coelba e Emasa, o trabalhador Nicodemos Ferreira da Silva encaminhou uma queixa contra uma operadora de telefonia em função do atraso de três meses na entrega de um aparelho móvel enviado pelos Correios e que foi perdido no trecho Salvador/Campinas/Itabuna.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito