i

i

chp

chp

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




FAB e Marinha fazem buscas por 3 vítimas de queda de helicóptero

Equipes da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Marinha chegaram a Porto Seguro, na manhã deste sábado (18), para participar das buscas pelas 3 vítimas de um helicóptero que caiu na sexta-feira (17), na região da praia de Ponta de Itapororoca.

Um oficial do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa-2) também chegou ao local para apurar as possíveis causas do acidente. Segundo a a Polícia Militar (PM) até o momento quatro corpos já foram encontrados.

a Marinha está fazendo buscas com o navio Gravataí e a FAB está usando um helicóptero H-34 Seper Puma, que tem autonomia de até cinco horas de voo sem precisar de reabastecimento.

A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 2° Distrito Naval, vem apoiando as operações de buscas da aeronave PR-OMO, acidentada na sexta-feira (17), no litoral Sul de Porto Seguro.

As buscas estão sendo efetuadas pelo Navio Patrulha Gravataí e por uma lancha do Grupamento de Patrulha Naval do Leste, sediados em Salvador; duas lanchas da Agência da Capitania dos Portos em Porto Seguro; três embarcações civis; dez mergulhadores (dois da MB, três do Corpo de Bombeiros e cinco civis); além das aeronaves da Força Aérea Brasileira e da Polícia Militar.

O Navio Va

rredor Albardão, que possui um equipamento sonar de varredura lateral (side-scan), está se dirigindo para a área do acidente, a fim de apoiar as buscas e tentar identificar a localização da aeronave no fundo do mar.

A região de busca foi estabelecida tendo-se como referência o ponto estimado de queda, os pontos de recuperação dos destroços e aparecimento das quatro vítimas do acidente, uma área de aproximadamente 6,9 Km2. Até o presente momento, encontram-se desaparecidos três dos sete passageiros/tripulantes existentes à bordo.

No sábado (18), no período da tarde, uma bolsa, possivelmente de um dos passageiros, foi localizada e recolhida pelo Navio Patrulha Gravataí. O inventário dos pertences foi efetuado à bordo do navio, porém, não foi possível a identificação do proprietário.

As buscas permanecerão durante todo o período noturno com o Navio Patrulha, uma vez que as lanchas e pequenas embarcações não possuem o equipamento necessário à permanência neste período. Informações Comando do 2° Distrito Naval

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito