i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itabuna capacita primeiros facilitadores

em
Círculos Restaurativos do interior da Bahia

Numa experiência pioneira no interior da Bahia, quatro integrantes do Núcleo de Justiça Restaurativa de Itabuna estão sendo capacitados como facilitadores em Círculos Restaurativos e Construção da Paz. Semana passada, os assistentes sociais Carla Midlej, o policial militar Ribamar Rodrigues e o jornalista Ederivaldo Benedito participaram em Fortaleza, de um curso promovido pela “Fondation Terre des Hommes”, uma organização não-governamental de origem suíça.



O Curso de Facilitadores em Círculos de Justiça Restaurativa e Construção de Paz realizado período de 08 a 12 deste mês reuniu 25 profissionais de sete Estados brasileiros. Capacitou em Práticas Restaurativas com conhecimentos teóricos e práticos referentes à Justiça Restaurativa e aos procedimentos restaurativos no trabalho junto a crianças e adolescentes. Os participantes, agora, estão aptos a realizar procedimentos de prevenção à violência, ao ato infracional e seu tratamento, baseado num enfoque restaurativo.
“Tivemos uma carga horária de 60 horas, distribuídas em 40 horas presenciais e 20 horas de realização de práticas para certificação como facilitadores. Participaram representantes da Amapá, Bahia, Ceará, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. A nossa participação no curso ocorreu graças ao decisivo apoio da Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Ação Social, e das empresas Módulo Rural, Clínica Oncosul, Axé Bahia e Auto Escola Regional”, afirmou Carla Midlej.
Introdução aos Círculos de Justiça Restaurativa e Construção de Paz; Fundamentação teórica; Valores e Norteadores dos Processos circulares; O facilitador de processos circulares; Tipos de Círculos de Construção de Paz; Elementos fundamentais da dinâmica dos Círculos de Justiça Restaurativa; Etapas Preparatórias (pré-circulo – círculo – pós circulo) e Sistema restaurativo: precondições para implantar práticas restaurativas foram os temas discutidos na formação.
O curso foi ministrado pela psicóloga Lastênia Soares, Gerente de Educação e Formação da Terra dos Homens no Brasil. Mestre em Educação, facilitadora e multiplicadora de práticas restaurativas, formada por Kay Pranis e Instituto ISA-ADRS, Lastênia é o Ponto Focal de Proteção Psicossocial para a América Latina e possui vasta experiência na resolução de conflitos com enfoque restaurativo.
O Núcleo de Justiça Restaurativa de Itabuna, coordenado pela assistente social Carla Midlej e pelo policial militar Ribamar Rodrigues, é o primeiro instalado no interior do Estado. Iniciativa da Vara da Infância e Juventude, sob a supervisão do juiz Marcos Bandeira, está desenvolvido em parceria com Universidade Federal do Sul da Bahia, 15º Batalhão da Polícia Militar, Prefeitura, Ceplac, OAB-Itabuna, Associação Comercial e Ministério Público.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito