i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Itabuna- a FICC realiza com sucesso a FELITA


Quem foi à Feira Literária de Itabuna (FELITA), realizada pela Prefeitura de Itabuna, através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) através do presidente Roberto José entre 21 e 24 de outubro, no Cento de Cultura Adonias Filho (CCAF) teve a oportunidade de apreciar várias formas de manifestação cultural e uma delas foram as apresentações que iniciaram os debates do espaço “Palavras por Palavras”, com interpretações de dança e teatro efetivadas pelo Grupo de Teatro da FICC.


De acordo com Dayse Santos, uma das técnicas pedagógicas da FICC e diretora das apresentações, os espetáculos foram montados a partir do tema norteador de cada noite.  Na primeira noite, a palestra foi ministrada pela atriz e escritora Elisa Lucinda com o tema “A literatura Nossa de Todo Dia”, e “considerando a influência da Grécia como o berço da literatura, apresentamos o espetáculo ‘Cromos’, com os atores interpretando o deus do tempo, a musa rodopiante e a musa da declamação”, explicou Dayse.

 Já no segundo dia, o tema da noite foi a “Influência da Matriz Africana na Literatura Brasileira” e, para abrir os trabalhos, os atores trouxeram uma apresentação carregada de muita expressão e todos se apresentaram atentos aos movimentos marcados da dança africana.

No terceiro dia, as apresentações estiveram voltadas para a literatura de cordel. Quem participou do espaço “Palavras por Palavras” assistiu a um espetáculo leve e com muita graciosidade, com a genuína linguagem cordelística e carregada de nordestinidade.

Já no último dia, as apresentações do encerramento da FELITA estiveram voltadas para uma homenagem ao escritor Adonias Filho, que neste ano completaria 100 anos de vida, se estivesse vivo. “A fundação nos estimulou para que fosse desenvolvido um trabalho para homenagear o escritor filho da nossa terra. Então, pegamos fragmentos do espetáculo “Adonias, Filho da Nossa Terra”, ganhador do prêmio da  Secretaria  de Cultura do Estado da Bahia (SECULT) e adaptamos para o nosso contexto.  “As adaptações foram pequenas, já que o tempo para a montagem da apresentação foi curto”, explicou Dayse. Além das apresentações no palco, as intervenções propostas foram feitas também durante o decorrer da feira, nos seus mais diversos ambientes, de forma itinerante.

O elenco do Grupo de Teatro da FICC esteve composto pela bailarina Emily Leal, pelo ator e bailarino Luciano Aguiar e pela atriz e professora de teatro Márcia Mascarenhas. Para Márcia, “a proposta foi a de trazer a literatura para uma linguagem que mesclasse a dança e o teatro. Então, as composições foram todas inspiradas no que a FELITA ofereceu para o seu público. Acredito que pelo esforço do grupo, o objetivo foi alcançado. Estamos felizes com o resultado e mais ainda com a direção dos espetáculos, articulada por Dayse Santos. Tudo foi feito com muito carinho para o grande público e isso foi compreendido de um modo singular”, disse a atriz.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito