i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Audiência Pública realça clima de paz da 42ª Lavagem do Beco do Fuxico que reuniu 150 mil pessoas

O clima de paz, harmonia e tranquilidade entre os foliões durante a 42ª Lavagem do Beco do Fuxico foi a tônica das intervenções dos titulares e representantes das secretarias municipais e de órgãos de defesa social na audiência pública  no Plenário Raymundo Lima da Câmara Municipal de Vereadores na manhã de hoje, dia 15. No encontro, foi apresentado um balanço das ações desenvolvidas pela Prefeitura de Itabuna e a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)




A festa na Travessa Adolfo Leite (Beco do Fuxico) e Circuito Beira-rio, teve média de 50 mil pessoas por noite de 9 a 11 deste mês, com baixíssimos índices de ocorrências policiais. Também de agravos de saúde, como revelou a subsecretária municipal de Saúde Lânia Peixoto ao apontar que foram 18 ocorrências no 1º dia, 15, no 2º e 68, no 3º, a maioria por sinais abusivos no consumo de álcool.

 
A Polícia Civil registrou quatro casos de furto e um de lesão corporal, de acordo com o  delegado Fábio José Vieira Simões, da 6ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil. Já a Polícia Militar, elogiada pelo projeto de policiamento no circuito e fora dele, registrou 28 casos de furtos, uma prisão em flagrante, oito vias de fato, dos casos de lesão corporal e um de tráfico de drogas, enquanto dois casos de roubo e dois de tráfico em outras áreas da cidade.


Na avaliação do tenente-coronel Robson Farias, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, mesmo com o registro de cerca de 150 mil pessoas nos três dias, reinou a tranquilidade em Itabuna e demais municípios sob jurisdição da unidade. O oficial disse ainda que foram mobilizados 300 homens do 15º, Cipe Cacaueira, Cavalaria, Guarda (CPIGd), Companhia Independente de Polícia Rodoviária (CPIRv) e de unidades especializadas para reforçar a segurança dos foliões e da população.  
 
O secretário de Indústria, Comércio, Emprego e Renda, José Raimundo Araújo, destacou os dados econômicos da festa, com a inclusão dos ambulantes, que tiveram o apoio da Prefeitura e não pagaram taxas por determinação do prefeito Augusto Castro (PSD). Ele informou que ao todo foram 349 vendedores cadastrados, o que dá cerca de 700 pessoas trabalhando duro na venda de comidas e bebidas na festa que lhes proporcionou R$ 1.023.950,00 de renda nas três noites.

A importância econômica da festa do Beco do Fuxico para a economia também foi realçada pelo secretário de Segurança e Ordem Pública, Humberto Mattos, que parabenizou os órgãos de defesa social envolvidos: 15º BPM, 4º Grupamento de Bombeiros Militares, Polícia Civil, Guarda Civil Municipal e a Coordenação Municipal da Defesa Civil. “Foi um trabalho harmonioso e de muito bom resultados pelo que merecem os parabéns da administração do prefeito Augusto Castro”, frisou. 

O subsecretário de Planejamento e coordenador do Programa Recicla Itabuna, Rosivaldo Pinheiro,  confirmou a coleta de 1.365kg de materiais recicláveis pelos 10 agentes ambientais que atuaram nos circuitos da Lavagem do Beco do Fuxico. Ele disse que foram 319 kg, no 1º dia; 437 kg, no 2º dia; e 609,50 kg, no terceiro e último dia da festa numa ação que contou com o apoio da CVR Costa do Cacau, da Associação dos Agentes Ambientais e Catadores de Recicláveis (AACRI) e  Biosanear.

Os trabalhadores contaram com tenda para descansar e uma estrutura de Ecoponto com coletor de 200 kg e seis coletores móveis cedidos pela CVR Costa do  Cacau. “As pessoas só veem os artistas sobre o palco, mas não sabem que há toda uma ação de bastidores para que tudo dê certo. Neste ano, a Prefeitura de Itabuna na gestão do prefeito Augusto Castro inovou ao cuidar do meio ambiente, proporcionar renda não só aos agentes ambientais, mas aos catadores avulsos que foram muitos”, declarou.   

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito