i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




5º Edição do SETTRAN nos Bairros prestou atendimentos na Praça Otávio Mangabeira


Quem passou na Praça Otávio Mangabeira nesta quarta-feira, dia 22, teve acesso aos serviços da  5ª edição do Projeto SETTRAN nos  Bairros, uma iniciativa da Secretaria Municipal  de Transportes e Trânsito. Dentre os atendimentos prestados à população,  confecção dos  cartões de estacionamento de idoso da pessoa com deficiência e do SITI (Sistema Integrado de Transporte). Além disso, houve atendimentos para esclarecer taxistas e mototaxistas e orientações para recurso e defesa de infração de trânsito, além de esclarecimentos sobre a CNH Social, ações educativas, etc. (Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)




O secretário Tales Silva coordenou a 5ª edição do Projeto SETTRAN nos  Bairros. Ele disse que muita gente ainda não conhece os direitos que têm, incluindo o Sistema Integrado de Transporte.“Hoje tivemos relatos de pessoas que estavam pagando duas passagens no transporte público, mas ao confeccionarem o cartão terão acesso à integração”, falou.

O titular da  SETTRAN ressaltou que o prefeito Augusto Castro pretende dotar a cidade de uma estação de transbordo para facilitar o transporte público. “ Mas, por enquanto é necessário o uso do cartão para a integração  temporal nos ônibus”, explicou.  

                             
Sobre os cartões de estacionamento para pessoas com deficiência, ele afirmou que têm  facilitado o acesso às vagas. “Nossa equipe está trabalhando para garantir esse direito. Mas, pedimos  à população que em caso de irregularidades nos procure”, alertou Tales.




Na Praça Otávio Mangabeira, que no dia a dia tem grande fluxo de pessoas,  a equipe de Educação para o Trânsito, reforçou as campanhas “Criança Segura no Trânsito” e “ São Tantas Emoções”.   A coordenadora Elessandra Bispo orientou os pais sobre o uso da cadeirinha, dos equipamentos  de segurança no uso da bicicleta e quanto ao risco de transportar menores de dez anos em motocicletas.
                                          
 A dona de casa, Vanessa Nascimento, levou a filha de três anos para participar das atividades de segurança no trânsito. “Temos consciência de que é preciso usar a cadeirinha, porque salva vidas. Gostei muito dessa ação, porque muitos pais negligenciam”, afirmou. Até agora, o projeto já  foi realizado nos bairros Lomanto Júnior,  São Caetano, Santo Antônio e Califórnia.

 


 

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito