i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Bahia assina protocolo com indústria de aerogeradores no segmento de energias renováveis

Mais dois passos importantes para que a Bahia aumente seu protagonismo na produção de energias renováveis foram dados na tarde desta quarta-feira (22). O governador Jerônimo Rodrigues assinou um protocolo de intenções com a empresa chinesa Goldwind Energias Renováveis, para a implantação de uma unidade industrial de aerogeradores eólicos. O investimento de R$ 150 milhões vai gerar cerca de 1.100 empregos diretos e indiretos. Em seguida, Jerônimo recebeu representantes da também chinesa Sinoma Blade, empresa fabricante de pás eólicas.   (Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)


O governador destacou que a Goldwind é uma empresa chinesa que faz parte do cronograma de visitas do presidente Lula, durante viagem à China, na próxima semana, acompanhado da comitiva do Governo da Bahia. "Vamos aproveitar essa oportunidade, ajudando o estado a revelar o seu potencial energético com energia renovável. Mas, acima de tudo, a nossa expectativa, a partir desse termo de cooperação e de relação, é a geração de emprego e renda, e de fortalecimento da nossa imagem enquanto estado com potencial forte de energia renovável".

Jerônimo destacou, ainda, a importância de se adquirir a tecnologia de ponta da Goldwind. "A partir da implantação da empresa, aqui será produzida tecnologia para a captação da energia renovável, transformada em energia elétrica. Nesse termo assinado, nós afinamos, dentre tantas ações, a autonomia da empresa em dirigir os seus investimentos, mas com a parceria e com os investimentos que o Estado precisa fazer para fortalecer a atuação".

Segundo o diretor-geral da Goldwind Brasil, José Eduardo Teixeira, o potencial de ventos na Bahia é excelente. “Além disso, o estado está posicionado estrategicamente, com infraestrutura de estradas e portos. A indústria vem acompanhada de todo um cluster [concentração de empresas], porque a logística é muito cara. Então, se conseguimos trazer todos os nossos grandes fornecedores, acaba que o produto em si fica muito mais competitivo. Somente na nossa operação, vamos investir, inicialmente, R$ 150 milhões e gerar aproximadamente 250 empregos diretos e 850 indiretos", explicou.

O vice-diretor da Goldwind Brasil, Roberto Veiga, também participou do ato de assinatura. Já na reunião com a Sinoma, participou o gerente do departamento de Administração Geral, Bai Yang. Pelo Governo do Estado, participaram das agendas os secretários de Desenvolvimento Econômico,  Angelo Almeida (SDE), e da Fazenda (Sefaz), Manoel Vitório; além dos superintendentes de Atração de Investimentos da SDE, Paulo Guimarães, e de Energia e Comunicações da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Celso Rodrigues.







0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito