i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Noite de aplausos ao Tiro de Guerra no Legislativo de Itabuna

 

Ao som do Hino Nacional executado pela Guarda Municipal, atiradores do Tiro de Guerra viveram uma noite de emoções na segunda-feira (17), com sessão especial na Câmara de Itabuna. O evento, proposto pelo vereador Erasmo Ávila (PSD), abriu as comemorações pelo Semana do Exército. Reverência iniciada com hasteamento da bandeira e entrega da insígnia marcando o início deles na trajetória militar. Erasmo, que já serviu ao TG e hoje foi mediador na reforma do espaço para treinamento, destacou a importância da instituição. "O Tiro de Guerra é símbolo de civismo, prepara os jovens para o amanhã.
(Veja um Vídeo e Todas as Fotos do Evento)
(Click no Ícone Abaixo) 

Entoação do hino nacional



Com a marginalidade do jeito que está, a gente resgata esses jovens, dá um pontapé inicial para o resgate, para uma nova vida", definiu. A sessão contou, também, com a presença dos edis Adão Lima (PSB), Alex da Oficina (PTC), Kaiá da Saúde (Avante) e Luiz Júnior (DC)  



O comandante do Tiro de Guerra, tenente Wallace Cândido, fez questão de frisar o quão dedicados são os 48 integrantes da turma. E citou o resgate de valores, como civismo, cidadania, patriotismo."Os jovens estão aprendendo, desenvolvendo muito. Estão com todo ânimo, apesar das dificuldades estruturais. O atirador é o principal ativo que nós temos; são eles que estão transformando aquilo ali, fazendo a diferença”, afirmou.

Ele reconheceu a soma de esforços para superar as dificuldades no espaço. Deu crédito à Câmara, Prefeitura e sociedade civil, representada na sessão pelas Lojas Maçônicas Antônio Costa, 28 de Julho e Construtores do Templo, além da Academia Maçônica de Letras, GAC (Grupo de Ação Comunitária), Corpo de Bombeiros, 15º Batalhão da Polícia Militar e ACI (Associação Comercial de Itabuna).

Palavras de agradecimento também estiveram na voz do jovem Davi 

Camboim, de 20 anos, que frisou a emoção vivida por ele e todos os colegas presentes ao plenário. “É imensurável a gratidão que eu tenho em participar da corporação”. Ao final, jovens atiradores receberam aplausos de pé pelos componentes da mesa.


Entre os presentes, os maçons Joel Macedo, Alberto Campelo e Washington Cerqueira; Capitão Carlos Araújo, subtenente Robson Behrmann, tenente Danilo (nomes da PM e Corpo de Bombeiros), mais o empresário Mauro Ribeiro, presidente da ACI. 

Todos ressaltaram o empenho para garantir a permanência do trabalho do Tiro de Guerra em favor da formação de cidadãos.



























































0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito