i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Agentes ambientais de Itabuna vão trabalhar nos quatros dias do Ita Pedro 2023


A 2ª edição do Ita Pedro 2023 - O Maior São Pedro do Brasil, que acontece de 29 de junho a 2 de julho, terá a presença  dos trabalhadores  que fazem parte da Associação dos Agentes Ambientais  e Catadores de Recicláveis de Itabuna (ACCRI).  Ao todo 15 catadores vão recolher alumínio e plástico, dispensados na Arena Zé Cachoeira, à margem direita da Avenida Princesa Isabel, no Banco Raso. Nesta terça-feira, dia 27, um grupo de catadores reuniu-se na Secretaria Municipal de Governo para ajustar os últimos detalhes do trabalho no circuito, que será sempre das 20 às 8 horas. 

(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



“Nossa expectativa é que seja coletada uma tonelada de resíduos no circuito do Ita Pedro 2023, o que vai gerar renda para esses trabalhadores”, disse o secretário de Governo e coordenador do Programa Recicla Itabuna, Rosivaldo Pinheiro.


Ele afirmou que neste ano, os trabalhadores terão o suporte do Governo do Estado, através do Centro de Economia Solidária (CESOL).  “O governo estadual vai fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) e café da manhã”, falou. Além disso, também contarão com o apoio do INEMA, CVR Costa do Cacau e Biosanear.


Segundo o secretário Rosivaldo Pinheiro, a atividade dos catadores será ainda mais organizada com a logística oferecida pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que coordena o Ita Pedro 2023. “Desta vez eles terão área para descanso e lanches”, frisou.


A vice-presidente da ACCRI, Daniela dos Santos, lembrou que a festa junina será mais uma oportunidade para que as pessoas aprendam a separar resíduos para reciclagem. “Esperamos reciclar muito plástico e alumínio que em dias comuns pouco chegam a Central de Reciclagem”, disse .


No circuito da Arena Zé Cachoeira serão instalados 20 coletores que podem ser utilizados para o correto descarte das pessoas presentes à festa. Os resíduos das barracas e também do camarote vão ser recolhidos pelos agentes ambientais.  “Todo o material seguirá para a separação, seleção, classificação, embalagem e revenda na Central de Reciclagem, de onde o produto final voltará ao ciclo de consumo”, explicou Rosivaldo Pinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito