i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Minha Casa Minha Vida- Prefeitura de Itabuna capacita servidores para atender famílias


Um total 61 técnicos das secretarias municipais de Infraestrutura e Urbanismo (SIURB)   de Promoção Social e Combate à Pobreza (SEMPS ) da Prefeitura de Itabuna estão preparados para atuar no novo modelo do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida (MCMV) do Governo Federal. O curso foi ministrado no auditório do SICOOB. Eles receberam treinamento na terça-feira passada, dia 18, durante um curso de capacitação ministrado pela coordenadora-geral e gestora dos projetos de Habitação da União Por Moradia Popular-BA, Marli Aparecida Carrara Verzegnassi. (Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)



A capacitação, que contou também com a participação de corretores e funcionários do Legislativo itabunense, foram apresentadas as novidades sobre o novo Minha Casa Minha Vida, que prevê o início de projetos e a retomada das construções de unidades residenciais populares pelo Governo Federal.


O curso foi iniciativa do prefeito Augusto Castro (PSD) que pretende atrair investimentos para a construção de novas habitações no município a partir de financiamentos do programa habitacional da  União.


 O titular da Secretaria de Promoção Social e Combate a Pobreza, Josué Brandão Júnior, lembrou que um primeiro encontro entre os técnicos e titulares das secretarias já foi realizado com o superintendente-executivo da Caixa Econômica Federal (CEF), Lucas Ribeiro. “Agora, estamos facilitando aos profissionais que se atualizem sobre a nova lei como Itabuna poderá participar dos investimentos.


Júnior Brandão afirmou que já existe a possibilidade de propostas de investimentos nas faixas 1, 2 e 3 quanto aos recursos aplicados nas moradias pelo MCMV e quais faixas salariais das famílias para pleitear unidades habitacionais tanto com investimentos do setor público quanto do setor privado.


O projeto do novo Minha Casa Minha Vida foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado na semana passada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Prevê o atendimento às famílias com renda mensal de até R$ 8 mil, em áreas urbanas, e de até R$ 96 mil no ano, na zona rural.


Uma das mudanças na nova lei do projeto tira a exclusividade da Caixa Econômica Federal como operadora do Minha Casa, Minha Vida. A partir de agora bancos privados, digitais e cooperativas de crédito também podem operar no programa, desde que forneçam informações sobre as transferências ao Ministério das Cidades com identificação do destinatário do crédito.


0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito