i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Bahia, Pará e Rondônia disputam título de melhor amêndoa de cacau do Brasil

A  quinta edição do “Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil – Sustentabilidade e Qualidade” registrou número recorde de inscrições. Foram 98 amostras oriundas de seis estados, sendo o Amazonas e o Tocantins estreantes na disputa pelo título de melhor amêndoa de cacau do país. Após a primeira fase de avaliação, 20 amostras foram classificadas para as etapas finais da competição. Agora, produtores dos estados do Pará, Bahia e Rondônia buscam a colocação nas categorias varietal (uma única variedade genética de cacau) e mistura (blend de variedades). (Saiba Tudo, Click no Ícone Abaixo)


Notícias: Alô Alô Bahia no seu WhatsApp! Inscreva-se

O Concurso Nacional de Cacau Especial tem o objetivo de incentivar a melhoria da qualidade e da sustentabilidade na produção de cacau no Brasil, divulgando o fruto a partir dos chocolates especiais e promovendo este segmento junto ao consumidor. Os prêmios desta edição somam R$ 60 mil. O montante será dividido entre primeiro, segundo e terceiro colocados nas duas categorias.

A participação dos estados do Amazonas e do Tocantins nas inscrições deste ano permitiram que o setor tivesse um recorte mais amplo sobre o perfil de qualidade de cacau entre os produtores brasileiros. “Quanto mais estados aderirem ao projeto do Concurso Nacional, mais a gente consegue contribuir com a pauta de colocar o Brasil como referência internacional de cacau de qualidade”, destaca Cristiano Villela, diretor científico do Centro de Inovação do Cacau (CIC), entidade organizadora do evento, juntamente com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC) e Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab).

Os vencedores serão anunciados no dia 24 de novembro durante cerimônia realizada em Ilhéus, Sul da Bahia. A premiação é uma iniciativa conjunta da cadeia de cacau, patrocinada pela Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), Mondelēz International - Cocoa Life, Nestlé - Cocoa Plan, SEBRAE, Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado do Pará (SEDAP-PA), Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), Cacau Show, Dengo Chocolates, GS1 Brasil, Sistema FAEB/SENAR-BA, Harald Chocolates e Newe Seguros.

O Concurso é organizado e executado pelo Centro de Inovação do Cacau (CIC), em parceria com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), AIPC e Abicab.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito