i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

car

car

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Uesc e UFSB elaboram Plano de Redução de Riscos para Ilhéus

 


A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) participa da elaboração dos Planos Municipais de Redução de Riscos (PMRR), coordenado pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), com o objetivo de diminuir os impactos das catástrofes naturais. O PMRR é realizado pelo Ministério das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Periferias (SNP), e na Bahia contempla as cidades de Ilhéus e Candeias (plano, sob a responsabilidade da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

 Nesse sentido, os professores Joel Felipe (UFSB) e Cleverson Lima (Uesc), juntamente com o geógrafo Joandre Neres e a engenheira civil Camilla Maria, ambos da Comissão de Defesa Civil de Ilhéus, participaram, 


(Saiba Mais, Click no Ícone Abaixo)





em Brasília, do I Encontro Nacional de Planos Municipais de Redução de Riscos, entre os dias 12 e 14 de dezembro, que reuniu representantes das universidades responsáveis pela elaboração do PMRR e dos respectivos municípios selecionados.




 

O evento contou com a presença do ministro das Cidades, Jader Filho, que falou sobre a urgência e importância de haver mais financiamento para a prevenção de riscos nas cidades e, em especial, nas periferias. “Resolver problemas de drenagem, encostas, não é barato”, disse. “E se não queremos mais ver cenas como enchentes, secas e vidas se perdendo, precisamos de mais recursos”. As discussões realizadas na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 28), segundo o ministro, foram muito direcionadas à questão urbana e à participação dos Fundos Verdes.

 

Em cooperação com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a SNP tem realizado ações para o fortalecimento das políticas públicas de gestão de riscos de desastres. Dentre as metas da cooperação, está a elaboração de 20 Planos para municípios de alta criticidade a desastres, em parcerias com universidades públicas, além de aperfeiçoar os instrumentos de planejamento urbano, revisar a sua metodologia e fortalecer a formação de profissionais na área de mitigação de riscos e prevenção desastres frente a crise climática. As Instituições têm o prazo de 18 meses para conclusão dos Planos.

 

O professor e pesquisador Joel Filipe (UFSB), vinculado ao Instituto de Humanidades, Artes e Ciências do Campus Jorge Amado, recebeu convite do Ministério para coordenar a equipe responsável pela elaboração do documento para o município de Ilhéus, que, por sua vez, convidou o professor Cleverson Lima, coordenador do Laboratório de Geotecnia e Mecânica dos Solos (GeoLab) da Uesc, para integrar a equipe de trabalho. .

 

Os objetivos específicos dos Planos Municipais de Redução de Risco são: a realização  do mapeamento e diagnóstico envolvendo a delimitação de setores, a estimativa de moradias afetadas e o estabelecimento de graus relativos de risco;  Indicar tipologias de intervenção necessária em cada setor mapeado, tais como medidas estruturais e não estruturais, considerando soluções baseadas na natureza e participação social, assim como incorporar o conhecimento das comunidades; propor critérios de hierarquização para execução das intervenções e elaborar um plano de ação para a GRD municipal e um plano de comunicação de seus resultados.

 

Caberá às Universidades parceiras: desenvolverem a formação de profissionais na área de gestão de riscos urbanos; elaborar os  PMRR; garantir a aplicabilidade das inovações metodológicas aos objetivos dos PMRR; implementar inovações metodológicas; aprimorar os processos de participação social e comunitária nas diversas etapas de elaboração do Planos; inclusão da vulnerabilidade como elemento estruturante na análise do risco bem como contemplar ações de enfrentamento de processos geradores de riscos e desastres associados às mudanças climáticas.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito