i

i

chp

chp

Câm.

Câm.

itac. mul

itac. mul

Itac

Itac

Ag. Pmi

Ag. Pmi

RC

RC

Jaç.

Jaç.

Chapa

Chapa

PRF

PRF

Adsense




Ciência na Praça desperta curiosidade dos estudantes


Olhos atentos a cada recipiente e experimentos expostos
pelos alunos de química, física e biologia da Uesc, bem como
nos “inventos” mostrados pelos alunos das escolas municipalizadas,
e muita disposição para interagir na rodas de contação de histórias
e nas oficinas de leitura. Este foi o clima que predominou nos dois
dias de realização do Projeto Ciência na Praça, como parte da
programação da Semana de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente.

Mostrando domínio do que aprenderam sobre os protótipos
de equipamentos tecnológicos, construídos durante as oficinas do
Projeto Lego de Letramento Científico, os estudantes do Ciclo da Pré-
Adolescência Rafel Paixão, Lamelk Pereira e Felipe Rodrigues, da
Escola Lúcia Oliveira, explicavam aos visitantes como a tecnologia
tem sido aplicada pela humanidade, como recursos para na solução
de problemas.
“Aqui, estamos tendo a oportunidade de mostrar as pessoas
o quanto é possível aprender em sala de aula com a utilização do
Lego. Através dele, compreendemos que a ciência e a tecnologia são
importantes para melhorar a nossa vida no planeta”, argumentou
Lamelk. Outro grupo de estudantes do Lúcia Oliveira convidava os
visitantes à reflexão sobre o descarte dos equipamentos tecnológicos
em desuso e o seu impacto no meio ambiente: “Lixo Tecnológico: o
que fazer?”.

Caminhão com Ciências

Uma atração à parte no Projeto Ciência na Praça foi a presença
dos estudantes de física, química e biologia da Uesc, que levaram
para os stands instalados na Praça José Bastos toda a “bagagem” do
Caminhão com Ciências, exposições do Programa Biodiesel (Probio)
e Programa Proler. Encantado com as mostras de insetos e répteis,
o pequeno estudante Jean Nascimento Lisboa, da Escola Luiz Viana
Filho, gostou de ter ido conferir de perto o projeto.
“Foi bom ter vindo, pois estou aprendendo muito com tudo
o que eles estão nos mostrando. Por exemplo, eu não sabia que a
verdadeira Cobra-Coral tem o corpo listrado por inteiro. Agora já
sei”, frisou o pequeno estudante. Além de Jean, milhares de alunos
da rede municipal tiveram a oportunidade de conferir de perto a
exposição, pois a Secretaria da Educação (SEC) colocou a disposição
ônibus para fazer o translado entre a escola e à praça.

0 comentários:

Postar um comentário

Não será publicado comentário ofensivo ou com palavras de baixo calão,nem será aceito qualquer tipo de preconceito